DOS BASTIDORES DA POLÍTICA DE BEZERROS

RESUMO POLÍTICO

CENA POLÍTICA NA PRÉVIA

NENETA>>>A primeira dama  Maurinete Monteiro, Dona Neneta, e o prefeito Branquinho em momento afetuoso no baile Municipal de Bezerros. A primeira dama esteve pessoalmente visitando os preparativos da festa carnavalesca mais esperada na prévia da cidade.

 

 

MAXIMO>>>O presidente do PSOL Bezerros, o comunicador Máximo Neto, foi prestigiar o Baile Municipal de Bezerros. O partido deve realizar plenária após o carnaval e promete discutir os problemas e apontar a solução. O nome do Carlos do P.O continua colocado como opção do partido para a majoritária.

 

VEREADOR CÁCA>>>O vereador Cáca (PSD), sua esposa, a empresária Leônia, e o seu filho caçula Heitor em pleno Baile Municipal. Cáca é um dos nomes mais leve da política da cidade. Tem uma habilidade no trato político e não provoca animosidades. Sem dúvidas que poderia ser um bom nomes para a majoritária. Em se tratando de carnaval, o vereador ainda mantem o hábito de sair de papangus com amigos em pleno domingo de carnaval.

joseilton

> Joseilton da Cohab comemora o sucesso do carnaval do bairro realizado neste domingo. Ele enaltece a parceria com o João do lava Jato na realização da festa, que é tradicional. Joseilton deve ser novamente candidato a vereador, mas está estudando com cautela qual legenda a se filiar. Pela votação que o mesmo obteve nas eleições passadas surge como umas das boas apostas no processo.

 

PAULO E BRENO

>>O ex-prefeito Marcone Borba, o prefeito Branquinho, o advogado Paulo Alves e o vice-prefeito Breno no  Baile Municipal. A cena chama a atenção pelas pré-candidaturas postas para prefeito. Branquinho, Paulo Alves e Breno Borba estão cotados para representar o PSB. Em março, o prefeito Branquinho promete sentar com o grupo e mostrar seus posicionamentos em relação ao pleito de outubro.

ACREDITE

“Muitas vezes a realidade nos surpreendente de maneira super positiva, pois quem diria que depois de oito anos o Smart Fluent estaria chegando aos 200 alunos e 5 professores. Quando volto para o ano de 2008 visualizo aquela salinha improvisada na minha casa de pouco mais de 4 metros quadrados, e 4 figurinhas, Mariana Dias, Felipe Eduardo, Maria Eduarda Pontual Pessôa e Manuela França. Amigos, se tiveres um sonho, lute por ele, corra todos os riscos e principalmente apaixone-se todos os dias pelo que fazes, pois a recompensa sempre vem”, do empresário Pierre Pessoa em depoimento de sucesso em sua rede social.

ACORDANDO BEZERROS

ACORDA BEZERROS

O ex-vereador Neguinho de Israel prestigiando o bloco Acorda Bezerros, fundado por seu irmão Gilmar do Som, falecido no ano passado. O diretor do bezerroshoje.com, Flávio Melo, também ‘caiu’ no passo do frevo, mas o assunto discutido era mesmo a política. Neguinho é o pré candidato do PDT a prefeitura de Bezerros. O ex-vereador tem feito críticas aos eventos de Bezerros em sua rede social.

 

PRIORIDADE

Em entrevista ao bezerroshoje.com Paulo Venâncio falou com certa propriedade sobre a feira livre de Bezerros. falta realmente prioridade para uma padronização da mesma, como aconteceu com Gravatá. Mas a semente foi plantada.

 Na gestão do governo de Samuel, tivemos, digamos, a primeira semente jogada na terra. Sabíamos do grande desafio: não seria fácil mudar de uma hora para outra uma cultura, um costume, um comportamento, uma forma diferente de ver as coisas, e que para isso acontecer se levaria um tempo. Como todo projeto tem um tempo determinado, este só seria sentido a médio e longo prazo. Na ocasião, era um programa de modernização criado e conduzido pelo SEBRAE, que foi oferecido à nossa cidade e também a outras cidades como Gravatá. Vale salientar que tudo muda de uma cidade para outra, assim como de um lugar para outro, a cultura de seu povo sempre difere, até mesmo na forma de gestão pública. O problema ou o fato de não ter se dado continuidade ao projeto foi a prioridade de fazê-lo e colocá-lo em prática, pois nas gestões posteriores a de Samuel, todas as vezes em que se tocava no assunto, sempre era bem-vinda a ideia de padronização de nossas feiras, porém as prioridades na cidade sempre eram outras.

CURTAS

nivaldo>>>O presidente da Câmara de Vereadores Nivaldo prestigiando mais um Baile Municipal. Ele e sua esposa Luciana Dutra, secretária de Ação Social do município. No camarote, bons papos políticos com o vereador.

 

julio>>> Júlio Pontes vai disponibilizar os registros do carnaval para o bezerroshoje.com. O fotógrafo não vai perder uma cena do nosso colorido papangu. Agradecemos a ele a parceria em mais um ano!

Ainda bem que foi justificável a falta da banda Araketo no Baile Municipal. O evento estava impecável, mas quando o público tomou conhecimento do fato se criou um clima de hostilidade entre os foliões.

vando>>>O secretário de turismo Vando Dias está empolgado com a sua missão na pasta em Bezerros. Dele, esperamos pulso firme para conduzir o nosso calendário de eventos diante da crise.

Eduardo da Fonte vai vim em Bezerros só para lançar o Josevânio Miranda (PP) como pré-candidato a prefeito pelo partido. O vereador Gabeira, que é do PSDB, acompanhou o amigo no encontro que aconteceu em Gravatá.

A Itaipava reduziu de 500 para 300 mil a cota master do carnaval de Bezerros. A crise teria sido o motivo para a redução. A Pitú também reduziu a sua cota de participação, mas ambas continuam representando um grande apoio para o nosso carnaval. Pelo menos a cerveja é mais popular

TOMOU UM TIRO E TENTOU FUGIR EM ALTA VELOCIDADE

12592433_583106015180128_8923284585031999530_n 12662544_583105988513464_5134590662989594634_nA polícia investiga mais um crime de morte que aconteceu na avenida Otávio Pessoa, próximo ao Fórum a cidade. A vítima, Alex Tiburtino da Silva, 27 anos, morava na Rua Sete de Setembro, bairro São Pedro, conduzia uma motocicleta FAN de cor preta, placa KGL 7554, quando perdeu o controle numa curva e colidiu com o muro. Com a chegada do IC, ficou constatado que a vítima havia sofrido disparo de arma de fogo transfixante. Se deduz então que vítima estava em alta velocidade numa tentativa de fugir dos alfozes. Com esse registro, sobre para cinco o número de crimes ocorridos este ano no município, dois a mais que no mesmo período do ano passado. Informação Roberto Silva (Blitz nas Ruas). Imagens serão publicadas em instantes.

APÓS ‘DÁ CANO’ NO BAILE MUNICIPAL, ARAKETU MARCA APRESENTAÇÃO PÚBLICA EM BEZERROS

araketuVocês vão publicar o que? Perguntavam alguns foliões do Baile Municipal indignados com a ausência no palco da principal atração da noite. O Baile estava impecável, com muita gente fantasiada e muitas músicas culturais, até que com o avançar da hora o locutor oficial sob ao palco para justificar a não vinda da banda Araketu.  Na internet, a banda pediu desculpa ao público e justificou o fato alegando que seus integrantes ficaram presos em uma estrada por conta  de um protesto na região metropolitana do Recife. A prefeitura de Bezerros já acordou data para uma apresentação da banda, marcada para a próxima quarta-feira (3), logo após o desfile do bloco Educarnaval. A banda se apresentará no Polo Cultural, em frente a Prefeitura de Bezerros.

Vídeo mostra momento de anúncio e a reação do público

AS INCÓGNITAS DO NOSSO CAMINHO.

56Perante a nossa trajetória de caminhante frequentemente nos surpreendemos com os obstáculos inesperados, porque geralmente traçamos um rota para seguirmos, mas, na maioria das vezes ignoramos as possibilidades das imprevisibilidades que poderemos encontrar durante o percurso. Seguimos tão mergulhados na expectativa de chegarmos ao nosso destino, que não nos preparamos para as “incógnitas do caminho”. De repente podemos encontrar algumas poças de lama, de água, e um ou vários buracos no meio da estrada, dificultando a nossa passagem, e daí logo nos indignamos e perguntamos “porque isso tinha que está justamente aqui?”, e mais a frente, passamos por um trecho verde, florido, e não questionamos o porquê daquilo está ali. O caminho é metaforicamente, sempre um mestre tentando nos ensinar alguma coisa. E diante de todos os “trechos imprevistos” percorridos, a indagação certa seria “para quê isso foi está justamente aqui?”. Pedras, buracos, a poça de lama, de água, uma curva, um temporal, uma árvore caída no meio da estrada, tudo isso, serve para que a gente diminua a velocidade com a qual estamos nos conduzindo, que prestemos mais atenção ao que está ao nosso caminho, em meio ao nosso contexto diário. Tudo isso, pode nos direcionar a mudar a rota, parar, voltar atrás, pegar um desvio, olhar o horizonte e analisar o percurso futuro, e sobretudo, ter paciência e destreza para contornar os obstáculos a nossa frente. Ah! Os trechos floridos à beira da estrada e as belas paisagens que nos surpreendem diante de alguns trajetos, é mais uma lição, para nos ensinar que não importa quantas barreiras e desafios encontremos diante do nosso caminho, haverá sempre motivos de “contemplação, de alegria, e de compensação”, quando ousamos enxergar e compreender melhor a nossa passagem pela vida. A palavra para hoje é REFLEXÃO.

CARNAVAL DO LAVA JATO DA COHAB SERÁ NESTE DOMINGO

O tradicional carnaval do Lava Jato da COHAB, será amanhã dia 31, na avenida principal do bairro, inicio às 16h e termino as 17:30h. Na programação, o super Paredão WG e a Banda Mega Play. Convidamos a todos para participar do melhor carnaval de bairro da nossa cidade, com uma super estrutura, segurança e organização para receber a todos os foliões. Joseilton da COHAB e João do Lava jato convida toda a população bezerrense e cidades vizinhas para brincar o nosso carnaval.

Paulo Venâncio: “Acho que teremos uma eleição bastante tranquila em relação à última, pois ficou na história toda aquela situação”

11427837_441173152752627_3729048249747781063_nO nosso 32º entrevistado da série que levamos ao ar semanalmente é o Paulo Bezerra da silva, o Popular Paulo Venâncio, 38 anos, bombeiro civil, casado com a cabedeleira Aguanaíra e pai de quatro filhos. Paulo foi o fundador da associação dos feirantes, é militante político desde as primeiras campanhas do ex-prefeito Lucas. Ao lado do seu pai o Sr. Antonio Venâncio, revela que participou como voluntário dos governos dos prefeitos Samuel, Marcone e chamado para colaborar na gestão da ex prefeita Bete. “Nunca exerci cargo público oficialmente, agora, já na reta final do governo Branquinho, fui convidado para fazer parte da gestão, assumindo a coordenação do departamento de feira livres da cidade, que não tinha”, revela. Conheça mais sobre esse bezerrense que participa do dia-a-dia da cidade.

BEZERROS HOJE- Você tem um histórico ligado à feira-livre de Bezerros, fundou a associação dos feirantes, que não existe mais. Mesmo assim se mantém ligado ao setor, colaborando em vários governos, inclusive o atual. Porque essa ligação tão próxima às feiras livres de Bezerros? 

PAULO VENÂNCIO- Inicialmente, gostaria de agradecer pela oportunidade que este veículo de comunicação, de grande importância para nossa cidade, está proporcionando ao nosso povo, e de modo carinhoso às pessoas que têm, de certa forma, contribuído ou contribuem para o desenvolvimento de nossa terra. Respondendo a sua pergunta, faz-se necessário salientar que sou herdeiro de uma pessoa que muito contribuiu para a nossa feira, porque não dizer para a nossa cidade, e que sempre foi parceiro de todos os gestores que por aqui passaram: Antônio Venâncio. Nasci e fui criado neste ambiente, e ao lado de meu pai, aprendi ensinamentos importantes para qualquer ser humano: amar o que se faz, respeitar a todos e obedecer aos nossos governantes. Tenho procurado viver assim, talvez seja essa uma virtude que me faz de certa forma ter o respeito da maioria dos feirantes e dos gestores que tive a honra de conhecer, também pelo fato de sempre fazer questão de estar por dentro de todo e qualquer assunto referente à feira. Em relação à associação, foi uma experiência muito boa, na qual pudemos quebrar muitas barreiras entre os feirantes e o poder público. Posso dar um exemplo prático de uma conquista nossa: antes a política adotada com os feirantes era truculenta e ditatorial; hoje passou a ser de diálogo, de escuta e de participação de todos os segmentos.

BEZERROS HOJE- Já alguns anos se discutem a padronização da nossa feira-livre, igual aconteceu com a do município Gravatá. O que faltou para Bezerros tirar do papel essa discussão e torná-la real? 

PAULO VENÂNCIO- Na gestão do governo de Samuel, tivemos, digamos, a primeira semente jogada na terra. Sabíamos do grande desafio: não seria fácil mudar de uma hora para outra uma cultura, um costume, um comportamento, uma forma diferente de ver as coisas, e que para isso acontecer se levaria um tempo. Como todo projeto tem um tempo determinado, este só seria sentido a médio e longo prazo. Na ocasião, era um programa de modernização criado e conduzido pelo SEBRAE, que foi oferecido à nossa cidade e também a outras cidades como Gravatá. Vale salientar que tudo muda de uma cidade para outra, assim como de um lugar para outro, a cultura de seu povo sempre difere, até mesmo na forma de gestão pública. O problema ou o fato de não ter se dado continuidade ao projeto foi a prioridade de fazê-lo e colocá-lo em prática, pois nas gestões posteriores a de Samuel, todas as vezes em que se tocava no assunto, sempre era bem-vinda a ideia de padronização de nossas feiras, porém as prioridades na cidade sempre eram outras.

BEZERROS HOJE – À frente do setor, você conduziu um calendário de feiras que foi motivo de discussão no mês de dezembro e início de janeiro. Como se deu essa organização e os feirantes foram ouvidos? 

PAULO VENÂNCIO- Esta pergunta é uma ótima oportunidade para esclarecer tal acontecimento. Pela primeira vez, exponho-me a responder a este fato. É o seguinte: todos nós sabemos que somos obrigados a obedecer à força do calendário, que sempre deve ser prioridade. Poucas pessoas sabem a quantidade de pessoas envolvidas no processo de organização da feira livre, digo isto porque são muitas pessoas envolvidas direta e indiretamente, do lado do poder público são mais de 100 pessoas, distribuídas entre fiscais fazendários, funcionários dos banheiros e dos mercados de feijão e de farinha, funcionários do matadouro e do açougue, guardas municipais, DEBETRANS, seguranças e equipe de limpeza. Mas pergunto: e os funcionários dos prestadores de serviços da feira, popularmente conhecidos “botadores” de bancos? Somos oito responsáveis, cada um tem sua equipe, uns com quatro, outros com mais. O fato é que o calendário sempre muda, como por exemplo, o dia 25 de dezembro de 2015 caiu numa sexta feira. Já este ano, será no domingo, então não será necessário em 2016 mudar o dia da feira. Em relação aos comentários surgidos, foram apenas falta de interpretação, pois ao final todos entenderam. Se a feira não tivesse mudado neste fim de ano, seria bastante complicado para quem trabalha nela. Por exemplo, o marchante iria matar boi na noite do dia 24 de dezembro, e o mesmo aconteceria no dia 31. Tudo bem que estamos vivendo tempos difíceis economicamente, mas estas pessoas envolvidas na organização da feira não mereciam um pouco de consideração e respeito, uma vez que trabalham o ano todo sem nenhuma pausa? Outro fator importante é a consulta: os feirantes foram ouvidos? Posso afirmar que três semanas antes todos foram consultados, e a maioria foi favorável. A minoria tentou reverter a decisão, fato que se houvesse acontecido, seria bem mais constrangedor.

BEZERROS HOJE- A sua chegada ao governo Branquinho teria desagradado a algumas pessoas do governo. Isso procede?

PAULO VENÂNCIO- Considero que nós, bezerrenses, somos por natureza um povo apaixonado por política, o ano todo e todos os dias se fala em política. Imagino como é difícil para um gestor administrar uma cidade com essa cultura. Entendo perfeitamente a insatisfação de alguns, e até respeito, porém, desde quando o prefeito assumiu sempre vínhamos tendo contato, onde o mesmo sempre me pedia opinião sobre o setor e eu sempre me coloquei à disposição, até porque este segmento é minha fonte de renda, é dele que sustento minha família, e não seria interessante de minha parte me omitir para qualquer assunto relacionado à feira. Então, a resistência é natural, até porque como todos sabem, fiz parte da gestão passada, e por isso vejo como normais tais manifestação de alguns, isso ocorre e sempre ocorrerá. Vale salientar que não fui chamado para brincar nem para criar problemas, e sim para trabalhar. Aproveito a oportunidade para agradecer ao site Bezerros Hoje pelo apoio, pois a organização da feira de flores em novembro foi muito bem vista, graças à organização e sucesso da mesma. Infelizmente, outros meios de comunicação da cidade não deram importância, porém se algo houvesse dado errado, certamente seria motivo de muitos comentários.

BEZERROS HOJE- Ao ser convidado pelo prefeito Branquinho, qual a missão que ele gostaria que você cumprisse no setor?

PAULO VENÂNCIO- Principalmente resgatar a autoestima dos feirantes, pois todos eles são muito importantes para cidade, todos têm uma história de vida muito bonita, apesar de tantas dificuldades. Além disso, todos são e serão sempre vistos como peças importantes para o desenvolvimento de nossa terra. Gostaria inclusive de aproveitar a oportunidade para lembrar que uma das coisas que mais atrapalhava a feira era a falta de segurança. Era muito alto o número de assaltos/roubos na feira e em suas mediações, sem contar que o tráfego de carros e motos também era um grande desafio. Hoje, podemos notar que graças à ajuda e ao empenho dos órgãos cooperativos da gestão, como DEBETRANS, Guarda Municipal, Controle Urbano, Secretaria de Finanças, Secretaria de Infraestrutura e Departamento Elétrico, muita coisa mudou, já melhorou, e estas ações continuarão por todo este ano. Precisamos ainda melhorar a estrutura de nossas feiras, fazendo com que a população continue indo à feira, e os que não vêm mais voltem, pois os feirantes precisam deste apoio.

BEZERROS HOJE- Como militante político há alguma pretensão em disputar mandatos eletivos este ano em Bezerros e quais seriam suas posições políticas?

PAULO VENÂNCIO- Sempre gostei da política, e como militante que sempre fui, na última eleição sai candidato a vereador pelo PRTB. Tratava-se de um grupo muito bom e unido, estávamos sendo conduzidos pelo grande amigo Biuzinho. Como sempre, eu me coloquei à disposição do grupo para ajudar caso preciso fosse, e surgiu a oportunidade. Para não termos que fazer coligação e fechar o grupo, eu me dispus a concorrer a uma vaga no Legislativo. Hoje, a história é outra, a situação é diferente: não tenho pretensão nenhuma em ser candidato. Isso pode até acontecer em outra oportunidade, porém em relação à minha posição atualmente, estou alinhado com o prefeito, até porque para a nossa feira poder chegar a ter as condições das quais precisa para melhorar, precisamos continuar unidos. Com a estrutura que está sendo montada e os estudos que estão sendo feitos, tenho certeza que dentro de poucos anos teremos grandes e valiosas mudanças em nosso comércio.

BEZERROS HOJE- Como você analisa o processo para a escolha dos pré-candidatos a prefeito?

PAULO VENÂNCIO- É complicado fazer qualquer comentário sobre o assunto, até porque por mais que pareça ser ano de eleições municipais, tudo ainda está indefinido. Até aqui, só sabemos do nome do amigo Neguinho, e outros nomes são apenas possibilidades. Acho que teremos uma eleição bastante tranquila em relação à última, pois ficou na história toda aquela situação. Em minha opinião, o prefeito Branquinho deveria continuar o seu projeto. Entendemos que muita coisa foi feita, e outras tantas precisam melhorar, mas é indiscutível que demos grandes passos para o progresso que o nosso povo tanto desejava.

BEZERROS HOJE- Suas considerações finais.

PAULO VENÂNCIO- Gostaria muito de agradecer a você, amigo Flávio, pela oportunidade que nos proporciona em poder estar sempre em contato com os acontecimentos de nossa cidade. Parabéns pelo belo trabalho! Gostaria também de aproveitar o momento para agradecer a algumas pessoas que sempre acreditaram em nossa capacidade, à minha família que sempre esteve ao meu lado, aos meus amigos que, também no meio político, acreditam e valorizam a honestidade, como os amigos Eliel, Bruno Amorim, Jorge do Foto, Bicinha, Paula Yonara, Neto de Valmir, Everaldo França e Everaldo Marchante, ao amigo Paulo Leite que, de modo especial, sempre tem me ajudado com seu jeito peculiar de ver as coisas e nos chamar atenção, e ao prefeito Branquinho, que nos confiou esta missão. Para finalizar, aos amigos feirantes, que sabem que podem contar sempre conosco, em qualquer tempo. Que Deus nos abenço

Smart Fluent apresenta sua equipe para 2016

12630787_969191579822027_119756119_oO curso de idiomas Smart Fluent, que vem se destacando em Bezerros por apresentar uma nova proposta pedagógica, e ensino associado a técnicas e metodologia diferenciadas, apresenta seu novo quadro de professores para o ano de 2016. Com duas modalidades de ensino, a regular com carga horária de duas horas semanais e duração de cinco anos, bem como, o curso de inglês intensivo com duas horas de aula de segunda a sexta, com duração de um ano e meio. Curso esse, que promete surpreender e revolucionar a forma de aprender inglês pelas técnicas de memorização e associação aplicadas. “É sabido que um idioma pode ser assimilado de maneira mais fácil, se trilharmos os atalhos descobertos por aqueles que já percorreram o caminho das pedras” indagou Pierre Pessôa, fundador do Smart Fluent.

BEZERRENSE TEM MOTO TOMADA DE ASSALTO EM CARUARU

12631566_1099423180101790_4926353976501666772_n“Fui assaltado agora pouco e levaram minha moto, uma Bros 160 placa PCU 5822 (Bezerros), qualquer coisa entre em contato comigo pelo 9 91556391” , diz em sua rede social Wedson Beudini. Segundo o bezerrense, que reside atualmente em Caruaru, o fato se deu, ontem, sexta-feira (30), às 19h, na porta de casa no bairro Maria Auxiliadora. “Um cara de moto me abordou com arma de fogo. O mesmo conduzia uma moto
e levou a minha deixando a outra que também deve ser roubada”, relatou em conversa com a reportagem.

MAIS UM HOMICÍDIO É REGISTRADO

O efetivo foi acionado pelo COPOM para verificar um possível homicídio, às margem da PE 103 – próximo à antiga Caixa d’água – Serra do Retiro , Zona Rural de Bezerros. No local foi constatado a veracidade do fato, a vítima não identificada do Sexo masculino,trajava calça Jeans , camisa azul , sapato social de aproximadamente 25 anos. Foi feito o isolamento do local e com a chegada do IC o perito verificou oito perfurações de arma de fogo, sendo três no tórax, três nas costas, uma na cabeça e outra no abdômen. O corpo foi encaminhado ao IML para as providências cabíveis. Ainda não se sabe a autoria e o que motivou o crime, após o levantamento cadavérico o corpo foi encaminhado ao IML de Caruaru.  A imagem que circula nas redes sociais pode ser conferida neste link. Com informações do Blitz nas Ruas.

ATITUDE TRANSFORMADORA

67O que faz um dia ser igual ao outro, ou uma situação se repetir várias vezes, nem sempre é a falta de oportunidades para que “novas coisas” aconteçam, e sim, a nossa limitação em não nos doarmos mais, em não nos esticarmos mais até àquilo que queríamos conseguir, e até onde gostaríamos de chegar. A rotina diária, as repetições dos percursos que fazemos, a mesmice dos nossos passos e de nossas atitudes, se condicionam tanto a “ausência do novo”, que a “presença” do que já temos se perde perante nossa percepção de gratidão e de valorização. Às vezes, a gente até reclama do tédio cotidiano que absorve nossas perspectivas de motivação e de mudanças, mas, ainda assim, continuamos fazendo tudo do mesmo jeito, repetindo as reclamações, repetindo a desmotivação, repetindo o inconformismo, e nos repetindo diante dos dias. E no entanto, a “repetição” é apenas a falta de “atitude” diante de algo que pode ser modificado, transformado, refeito, restaurado. Há um vasto campo de possibilidades e oportunidades que podem mudar os nossos dias, a nossa vida e a nossa satisfação pessoal, para isso precisamos agir, reagir! Necessitamos nos esforçarmos mais, e nos estendermos mais, para provocarmos “mudanças”, devemos limpar o lixo de nossas gavetas da vida, e descartar o que já não contribui ao nosso caminho, acrescentando “novas coisas e pessoas” ao nosso contexto, e sobretudo, mudar ou reorganizar tudo o que já está estagnado há tanto tempo no mesmo lugar. A palavra para hoje é AÇÃO.

VEÍCULO TOMADO DE ASSALTO EM BEZERROS

Um veículo modelo Corola 2014/2015 foi tomado de assalto na tarde desta sexta feira, 29/01 em Bezerros.O automóvel de placa OYO 7958 estava estacionado próximo a via local ao lado da WG Madereira no bairro São Sebastião. Quando regressava para o carro, o dono foi abordado por homens não identificados que levaram o veículo e tomaram destino ignorado.A polícia está investigando o caso. Se você tiver informações sobre o caso, ligue e denuncie para a polícia: 081 3722 6675.

Com informações:Bezerros 24h

Apac emite alerta de chuvas nas próximas 24h

chuvas apacA Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu alerta de chuva para as próximas 24 horas. Segundo a agência, a presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) sobre a Região Nordeste está provocando chuvas significativas em parte do Estado de Pernambuco.

Em entrevista ao NE10, o doutor em meteorolgia Roberto Pereira, disse que Pernambuco está sob a influência do sistema VCAN que causa trovoadas, chuvas

chuvas apac
Dados de Bezerros no início da noite desta sexta-feira; Clique para atualizar

fortes, rajadas de vento que podem passar dos 50 km/h, e até chuvas de granizo como foi registrado no Agreste pernambucano.

“O Estado está no que chamamos de borda do VCAN, o que significa que teremos chuvas até o domingo (31), porém a intensidade vai diminuindo. Os períodos da noite serão os mais chuvosos”, explicou o especialista que ainda afirmou: “A incidência dos raios acontece na formação desse sistema, mas se tornam mais raros durante seu desenrolar”.

O meteorologista explicou ainda que o fenômeno está ligado, geralmente, ao início das chuvas no Sertão do Estado, mas que em anos em que o El Niño está mais intenso, os reflexos ficam mais fortes e comuns no mês de janeiro. “A última vez que tivemos um El Niño tão forte foi em 1998”, relembrou.

XIV Baile Municipal de Bezerros é a grande pedida do final de semana

IMG_04961 IMG_05041 IMG_05051 IMG_05071

Neste final de semana que antecede a semana pré carnavalesca em Pernambuco, alguns eventos de alto nível no gênero, acontecerão em algumas cidades e na capital pernambucana, mas sem dúvidas o XIV Baile Municipal de Bezerros, será o evento mais glamoroso do interior do estado, e também o que deverá ter o maior público, haja visto o grande número de ingressos já vendidos por antecipação, que lotará as dependências do Centro Literário Rui Barbosa para curtir as atrações. A princípio os grupos de danças Folc Popular e Papanguarte estarão recepcionando os foliões, logo na entrada do clube; uma vez dentro do espaço os foliões encontrarão tudo que há de melhor no frevo pernambucano, com a Banda Musical Cônego Alexandre Cavalcante executando um vasto repertório do ritmo. No palco, o vocalista bezerrense Henrique Barbosa fará uma apresentação com uma grande diversidade de ritmos, antecedendo a grande atração da noite, a banda baiana Araketu, e seu show de axé.

O Baile Municipal de Bezerros, que acontece pela 14ª vez, é um evento grandioso por vários motivos, começando pela exuberância em suas decorações assinadas por grandes artistas plásticos bezerrenses, excepcionalmente Robeval Lima, que também será, ao lado da bezerrense Luziele Vasconcelos, miss Pernambuco 2010, homenageado da noite. Muitas grandes atrações já pisaram no palco do Centro Literário Rui Barbosa, ao longo das  13 edições do baile municipal, dentre estas podemos citar:  Orquestra Super Oara, Geraldinho Lins, Gustavo Travassos, Maestro Spok, Almir Rouche, Claudionor e Nonô Germano e outra banda baiana, a Cheiro de Amor. É caminho certo para milhares de foliões, que estarão  aqui em Bezerros, neste Sábado, dia 30 de Janeiro de 2015.

AS LIÇÕES DE NOSSA VIDA.

tempoA vida é um teste de habilidades e resistência em meio a um campo cheio de provas e obstáculos. Ela tantas vezes é voraz, veloz, imprevisível, incerta… Ela nos dói, nos fere, nos decepciona, e nos impossibilita de tantas coisas. Somos machucados por todos os lados, por todos os níveis, pelas circunstâncias, pelas situações, pelas ingratidões, rancores, orgulhos, e atropelados por muitos combates do caminho. Nos surpreendemos com tantas injustiças e covardias, com tantas tempestades e provações, com tantas “pessoas” e “pessoas”, e com tantos confrontos pessoais. Todavia, a vida ao mesmo tempo que nos desaponta, permeia os extremos, ela é gloriosa, esplêndida, extraordinária, porque aconteça o que acontecer, todos os dias nos é dada a oportunidade de nos reerguermos diante dela, de mudarmos os nossos passos, de trocar o caminho, curar as feridas abertas, sonhar, voar, recomeçar, e nos tornarmos mais fortes, seja pela alegria ou pela dor, pelos fracassos ou pelas superações, e por nossos cortes ou pelas cicatrizes dos duelos vencidos. Não há como lutar e ir de encontro a vida, pois ela é a escola para onde o Pai nos enviou, com o intuito de que pudessemos crescer, amadurecer e evoluir. Toda dificuldade e desafio que encontramos no caminho, vem para ensinar, se soubermos aprender. Somos os receptores direto das causas e efeitos de nossa própria vida, sofrendo as consequências de nossas ações, de nossas escolhas e de nossas vivências. E assim sendo, podemos decidir o que fazer com o que a vida nos permite viver: sermos mais fortes ou mais fracos, melhores ou piores, perdedores ou vencedores, maus ou bons, andar sozinho e ser ninguém, ou simplesmente, ser alguém mais próximo de Deus. A palavra para hoje é SABEDORIA.