A hora é agora!

Diz-se que a corrupção no Brasil é endêmica e tem haver muito com as nossas raízes. Resulta do nosso descobrimento, da nossa colonização e da formação da nossa sociedade. Um erro de fabricação, digamos. No entanto, não dá pra buscar justificar, nessa hipótese, para tudo que está acontecendo no Brasil. Não se tem muito mais a acrescentar. É claro que vão surgir ainda muitos escândalos e atos de desvio de conduta de autoridades dos vários poderes e de pessoas dos mais diversos setores.
O fato é que agora ficou cabalmente claro que o nosso sistema político faliu. As práticas políticas não têm mais como se manter da mesma forma. Os partidos políticos, que se fala tanto em seu fortalecimento, não se fortalecerão porque a sociedade não acredita mais neles. Estão todos se refundando, mas certamente, não representarão o eleitorado, extremamente saturado e descrente.
Diga-se que o noticiário está insuportável com esse nhen nhen nhen…Não se fala noutra coisa. Já não tem mais apelo.
Com a desmoralização completa dos políticos e da prática política, não tem mais o que esperar. Algo tem que ser feito, urgentemente!
Ressalte-se o fato extremamente positivo de que, apesar de todo esse descalabro, não há nenhum indicativo de quebra da ordem democrática.
Todos os cenários apontam para a queda do atual governo. Deve ser só uma questão de tempo. Com a saída de Temer pela renúncia, hipótese não descartada, se for encontrada uma saída ‘honrosa’, ou pela cassação da chapa, muito provável ou mesmo pelo impeachment, a solução mais desgastante, a regra é clara: eleição indireta pelo Congresso.
Uma democracia sólida exige que a ordem institucional seja mantida. Uma constituição não pode ser manipulada ao embalo das crises. Isto dá insegurança jurídica e não é bom. Contudo, o momento é excepcionalíssimo! E diante da descrença do povo nos parlamentares, muitos envolvidos em escândalos, justificar-se-ia sim, a mudança na Carta Magna para que se viabilizassem as eleições diretas.
Creio não ser a hora de disputas acirradas com o sujo falando do mal-lavado. É hora de um grande pacto nacional em defesa da democracia. Isso inclui todos os brasileiros. Não dá pra fazer ‘cara de paisagem’ e fingir que não está acontecendo nada e que os fatos atuais não nos dizem respeito. Estamos no centro. No olho do furacão. Não tem espaço para omissões. É hora de agir. Agora!

Por Nivaldo Santino

Share

One comment

Comments are closed.