jun 19
alunos ceeeta

Alunos usaram a rede social para indagar sobre o fechamento da ETA

Os alunos que estudam na Escola Técnica de Bezerros (ETA), a qual está incluída no projeto de Ensino Referência do Governo do Estado (EREN), discutiram nas redes sociais a possibilidade  de que a mesma seria fechada e que os cursos  do ensino médio passariam a funcionar na nova ETA, construída pelo governo no bairro de Santo Amaro II.

A reportagem do bezerroshoje entrou em contato com a gestora do EREM/Bezerros, Socorro Silva, que esclareceu que tudo não passou de um mal entendido. “Estou conversando neste exato momento com o pessoal da GRE/Vitória, que virá amanhã para uma reunião, onde pretendemos esclarecer os fatos aos alunos”, disse por telefone.

ETA/CEEETA-Bezerros

A Escola Técnica de Bezerros foi construída há 15 anos, no governo do ex-prefeito Lucas Cardoso. A escola passou a ser administrada pelo Instituto Alcides de Andrade Lima(IAL) e o objetivo inicial era que oferecesse cursos técnicos para toda a região, mas as parcerias com as diversas prefeituras da região não vingaram.

No governo Jarbas se criou o projeto de Escola do Tempo Integral, incluindo a ETA Bezerros nesse rol de escolas experimentais. Já no governo Eduardo Campos, o projeto se ampliou para todo o estado. Para manter a ETA Bezerros, a Secretaria de Educação do Estado faz um convênio com o Instituto mantenedor. Uma fonte informava que com a construção da nova ETA, não haveria lógica do Estado em manter dois educandários, sendo um da rede privada. Estaria havendo também demora nos repasses financeiros para a instituição.

Enviado por:Redator