SABER SE CONDUZIR DIANTE DAS ADVERSIDADES.

Por mais que saibamos para onde queremos seguir, e onde queremos chegar, por vezes nos perdemos entre “dúvidas” e “porquês”, quando nos deparamos com “barreiras’ que não imaginávamos encontrar, ou por “desafios” maiores do que imaginávamos enfrentar. Por isso em alguns momentos quando as dificuldades e contratempos nos cercam, nos revoltamos, nos lamentamos, nos rebelamos contra o mundo, ou contra nós mesmos, por acharmos que nos esforçamos em vão, e que perdemos tempo nos empenhando em coisas que não surtiram o efeito esperado. Todavia, perder o controle, esbravejar, querer brigar com o mundo, indignar-se, subestimar a própria capacidade, ou encher-se de pensamentos pessimistas, só ajuda os momentos difíceis a durarem mais, porque com a nossa negatividade passamos a dar um aos nossos problemas e obstáculos um tamanho maior do que eles tem de fato. Portanto, devemos tentar enxergar os obstáculos como uma maneira de aprendermos algo mais, de aprendermos especialmente a nos mantermos “otimistas” apesar das adversidades em nosso caminho, e a nos mantermos pacientes, pois só assim conseguimos a força suficiente para suportamos os momentos conturbados e preocupantes, e a calma necessária para lidarmos com as coisas que ainda não se resolveram.
A palavra para hoje é RESIGNAÇÃO.

Share